fbpx

Esta é uma dúvida muito frequente tanto para quem ainda é pouco conhecido como para quem já anda nesta vida há algum tempo.⠀

Um assunto por si só muito complexo e variável, pois não existe uma tabela fixa com os valores a cobrar.⠀

Irá sempre depender do lugar em que estás, da cidade e do local onde vais tocar, quem tu és como artista e/ou como banda e quantas pessoas vão estar lá para te ver.⠀

Por isso vamos abordar dois pontos decisivos para te ajudar a definir o teu cachê:⠀

RELEVÂNCIA: como está a tua carreira, as pessoas conhecem-te? Investes em promoção, estás a aparecer, estás em ascensão? Tens público, trabalhas para ter público?⠀

ESTRUTURA: O teu concerto é simplesmente um ensaio aberto que só cantas? É um espetáculo pensado e produzido com cenário que as pessoas vão gostar? Tens uma equipa, equipamento organizado?⠀

Apesar de todo o teu valor enquanto artista, no momento de definires o cachê dever ter em atenção o valor que tu agregas ao público e a quem te contrata.⠀

Infelizmente esta é uma realidade: a maioria dos espaços mais do que apostar na cultura procura retorno financeiro. Esse é o negócio deles.⠀

A música é arte no momento da criação e negócio no momento da venda. Por isso, é fundamental apostares na tua própria promoção.⠀

Se ainda não tens muito público uma boa opção, tendo em conta que ainda não te conhecem, é cobrares apenas pelos teus custos fixos, como transporte, alimentação, estadia (se aplicável), fotógrafo, etc…⠀

Pois para além de testares o teu concerto em público, assim como o teu repertório, num lugar onde gostavas de tocar, este é um excelente primeiro passo para começares!

Deixar um comentário

Sobre o Camaleão

Aberto 24 horas
R. Castelo Branco Saraiva 18A
1170-082 Lisboa

T. 917 416 159
E. info@camaleao.eu

© 2020 Camaleão